Vento no Litoral, de Renato Russo

Procure não cantar. Leia. Sim, será uma experiência difícil, considerando que aquela voz completa, forte e densa contorna de sentidos a letra, qualquer letra. Mas, daí… percebendo que irá falhar ao negar a melodia, num ímpeto irrefreável, a canção melancólica simplesmente se articulará em seus lábios e as notas brotarão fáceis, colocando-te num tempo em que o mundo era mais bonito porque havia entre nós aquele Renato. Um deleite… sentirá seu espírito, e a paz do vento soprando no litoral.

De tarde quero descansar, chegar até a praia e ver
Se o vento ainda está forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso para esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora

Agora está tão longe
Vê, a linha do horizonte me distrai:
Dos nossos planos é que tenho mais saudade,
Quando olhávamos juntos na mesma direção

Aonde está você agora
Além de aqui dentro de mim?

Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você está comigo o tempo todo

Quando vejo o mar
Existe algo que diz:
– A vida continua e se entregar é uma bobagem

Já que você não está aqui,
O que posso fazer é cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos
Lembra que o plano era ficarmos bem?

– Ei, olha só o que eu achei: cavalos-marinhos
Sei que faço isso para esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora