IMG_0558

 

Ordeno-te a nascer só.
E só, caminharás o teu caminho
Sozinha, enxugarás a lágrima que cair
Sozinha, costurarás a ferida que se abrir.

Ordeno-te a viver só.
E só, controlarás redemoinhos
Sozinha, concederás o alívio a fruir
Sozinha, sorrirás o riso que insistir.

Ordeno-te a morrer só.
E só, retornarás ao teu ninho
Sozinha, entregarás a alma a servir
Sozinha, findarás a angústia a brandir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s