Sentir em curtas XXII

Não é possível que eu sinta esta dor, sem rasgar em mim as memórias de outras dores e me encolher na lamúria ainda maior. Ela se instala lenta e sutilmente, sem razão ou aviso. Mas eu me lembro das dores passadas e de como eram antes de ser… e então registro o prenúncio de alguma dor que está no amanhã.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s